Como viajar por terra pela Europa Oriental – da Macedônia à Eslováquia

Como viajar por terra pela Europa Oriental – da Macedônia à Eslováquia

Resolvi fazer esse post porque tenho visto muitas pessoas buscando informações sobre como viajar entre países vizinhos na Europa Central e Oriental. Por isso aqui você verá em detalhes como fui da Macedônia à Eslováquia por terra, passando pela Bulgária, Romênia, Hungria e Áustria.

Se você leu meu post sobre o porquê de eu ter decidido começar este blog de viagens, você sabe que estou fazendo uma longa viagem pela Europa Oriental que começou na Macedônia e terminará na Rússia. E embora algumas partes do meu trajeto tenham sido percorridas de avião, a maioria foi feita por terra. E há várias razões para isso.

Na maior parte das vezes, o transporte por terra é bem mais barato do que viajar de avião, mesmo quando se pode voar com as companhias aéreas de baixo custo da Europa. Sim, é verdade que essas empresas têm passagens muito baratas. Mas elas costumam ser super rígidas com a bagagem de mão e cobram de 20 a 40 euros por cada bagagem despachada. Com isso, a diferença de preço entre uma passagem de avião e uma passagem de ônibus ou trem acaba sendo maior do que parece à primeira vista.

Além disso, os trajetos entre países vizinhos na Europa são relativamente curtos. Claro que em geral viajar de avião é mais rápido. Mas se você computar a distância que você precisa percorrer para ir do centro das cidades para o aeroporto; as horas de antecedência com que você precisa chegar no aeroporto; e a dor de cabeça e o tempo que leva para passar pela segurança e imigração, muitas vezes acaba sendo muito mais prático viajar por terra. Por fim, quando você percorre trajetos por terra, tem a oportunidade de vislumbrar paisagens belíssimas e conhecer mais do interior de cada país.

Vale lembrar que embora muita gente prefira alugar carro para fazer percursos por terra, há poucas empresas que trabalham com aluguel de carros entre países. E em geral fica super caro retirar o carro em um país e devolvê-lo em outro. Além disso, dependendo da época do ano em que você viaje, pode ser muito perigoso dirigir por estradas desconhecidas. Já pensou se deparar com uma nevasca no meio do seu caminho? Por isso neste post eu explicarei como ir de um país a outro de trem, ônibus, van ou carona.

Quando falo carona, não quero dizer ficar na rodovia fazendo sinal para os carros que passam. Em grande parte dos países da Europa é comum o uso de um website chamado Blablacar. Nesse site, você coloca o trajeto que quer fazer e a data e ele mostra quais motoristas farão esse percurso e quanto eles cobram por pessoa. Dependendo do trajeto e do país, às vezes a carona fica mais barata do que uma viagem de ônibus. E tem a vantagem do conforto de um carro. Além disso, há motoristas que são mais flexíveis e aceitam te buscar na sua hospedagem ou perto dela e te deixar num lugar conveniente para você. Quanto à segurança, todos os motoristas registrados no website recebem classificação dos passageiros quanto à sua habilidade de condução, pontualidade, condições do carro, etc. Assim, você pode escolher os motoristas mais qualificados para fazer a viagem.

Já usei o Blablacar na Inglaterra, Espanha e Áustria e nunca tive problemas. Mas também nunca usei sozinha e não sei se o faria. De todo modo, pode ser uma boa opção para quem escolher viajar por terra. Só se certifique de sempre combinar os lugares de saída e chegada antes de reservar a corrida e verifique também se o motorista aceita levar bagagens.

Pois bem, explicado o porquê de eu ter escolhido os trajetos por terra, vou explicar aqui como viajar entre a Macedônia, Bulgária, Romênia, Hungria, Áustria e Eslováquia.

Macedônia – Bulgária

Há algumas opções para ir de Escópia, capital da Macedônia, até Sofia, capital da Bulgária. É possível viajar de avião, ônibus, ou de carona. Não há trem disponível pra esse trajeto.

Escópia, Macedônia

Eu optei pela viagem de ônibus porque o percurso levava só 4h30min e a passagem era super barata.

Para ver as opções de passagem, chequei primeiro no site Rome2Rio e vi quais opções de transporte existiam e quais empresas as ofereciam. Não consegui comprar as passagens online, então um dia antes da minha viagem fui à estação de ônibus de Escópia e comprei a passagem no balcão.

É importante ressaltar que quando você tenta comprar uma passagem de Escópia para Sofia, não há na rodoviária guichês para cada companhia que oferece esse trajeto. Há apenas um guichê geral para o trajeto e nele você escolhe o horário da sua preferência. Cada horário é oferecido por uma companhia diferente, que tem seus próprios preços. Por isso é bom saber os horários e preços antes de comprar a passagem na estação.

Eu peguei o ônibus com a companhia Transkop Matpu e paguei 16 euros (cerca de R$ 62,00) na passagem. Saí de Escópia às 08:30 e cheguei em Sofia às 14:15. O ônibus estava vazio e o trajeto foi super tranquilo, inclusive na fronteira entre os países. Mas além de pedir o passaporte, a polícia da fronteira da Bulgária fez com que todos os passageiros abrissem suas malas. O controle ali é rígido pois aparentemente há muito tráfico de cigarros, álcool e drogas na região. Portanto, atenção com os itens que você carrega.

viagem de ônibus, como viajar pela Europa, dicas de viagem
Ônibus da Empresa Transkop

Bulgária – Romênia

De Sofia, capital da Bulgária, à Bucareste, capital da Romênia, é possível ir de avião, trem, ônibus, van, ou carro.

Como ir de um país para outro, como viajar entre países vizinhos, Europa Oriental
Sofia, Bulgária

Em geral, o trajeto por terra vai de Sofia a Ruse, cidade búlgara na fronteira com a Romênia. De Ruse a Bucareste leva apenas 1h e há vários serviços de van que fazem esse trajeto.

Descobrir como viajar de Sofia à Bucareste por terra não é tão fácil. Isso porque não há tantas opções de horários de ônibus diretos de Sofia e Bucareste e por isso muita gente opta por fazer o percurso de Sofia até Ruse e dali seguir de van para Bucareste.

Eu acabei optando por pegar uma van com a companhia Bus Express que ia direto de Sofia a Bucareste. Paguei um pouco mais caro pela passagem (27 Euros ou cerca de R$ 105,00), mas ao menos não tive que trocar de transporte. O trajeto levou 7h30min e foi tranquilo, exceto pelo fato de o motorista correr muito e fazer ultrapassagens bem tensas. Eu cheguei a pedir para ele ir mais devagar e ele reagiu super de boa, mas logo em seguida pisou no acelerador e continuou correndo (e falando no celular, e fumando etc).

Viagem de van, como ir da Bulgária à Romênia, dicas de viagem
Van da empresa Bus Express

Há, contudo, 2 problemas com essa van. O primeiro é que ela cobra pelas bagagens. Isso não está claro no site e eu só percebi após ter feito a compra da passagem. Consegui resolver fazendo uma reclamação para a empresa e eles me deixaram levar a mala sem cobrar a mais por isso. O outro problema é que a van não pára em uma estação central em Bucareste. Ela pára em um lugar afastado do centro onde não existe WiFi e não há taxis. Por isso, é sempre bom saber de antemão onde a van ou ônibus vai parar e como ir dali até a sua hospedagem.

Romênia – Hungria

Da capital da Romênia para a capital da Hungria é mais complicado porque Bucareste fica a 840km de Budapeste. Mas eu usei isso como uma oportunidade.

Roteiro de viagem, viagem de trem pela Europa
Bucareste, Romênia

Como meu tempo era flexível e eu queria conhecer outras cidades na Romênia, optei por ir de Bucareste para Brasov de trem. Paguei 10,50 euros (cerca de R$ 41,00) na passagem da InterRegio e o trajeto levou 2h40min. Os trens da InterRegio são velhos e meio sujos, mas foi a melhor opção para os horários e orçamento que eu tinha. Há trens mais novos, da InterCity, mas os horários e trajetos são mais limitados.

Fiquei em Brasov alguns dias e de lá peguei uma van para Cluj Napoca, onde também fiquei uns dias. Paguei 21 euros (cerca de R$ 84,00) na passagem da companhia Transemma e a viagem levou 4h30min. Aqui é preciso atenção, pois vários dos serviços de ônibus e van na Romênia saem de locais meio inusitados e não há muita informação ou indicações sobre onde você deve ir. Por isso é imprescindível checar antes e chegar com antecedência para poder achar as paradas do ônibus ou das vans.

De Cluj Napoca para Budapeste, há voos, trens e ônibus. Eu optei pela viagem de trem com a companhia InterRegio, cuja passagem custou apenas 15 euros. A viagem levou 6h40min e foi super tranquila, inclusive na fronteira.

viagem de trem, Europa Oriental, como viajar para Budapeste
Trem da InterRegio

Caso você queira ir de Bucareste a Budapeste, o trajeto é bem mais longo. Você pode optar por fazer a viagem de trem, ônibus, carro, mas nesse caso acho que o avião é a melhor opção.

Hungria – Áustria

De Budapeste, capital da Hungria, para Viena, capital da Áustria, você pode ir facilmente de trem, ônibus ou carro. Dá pra ir também de avião, mas a distância é tão pouca (250km) que sinceramente não compensa.

Roteiro na Hungria, o que fazer em Budapeste, viagem pela Europa Oriental
Budapeste, Hungria

Eu optei pela viagem de ônibus pois era o melhor custo-benefício levando em conta o preço e o tempo de viagem. Paguei 26 euros (cerca de R$ 102,00) na passagem com a companhia FlixBus e a viagem levou 3h. O único problema é que a companhia tem limite de 20 kg bagagem e é bem rígida com isso. Minha bagagem excedeu o limite em apenas 1 kg e por essa razão me cobraram 2 euros de taxa. De todo modo, o ônibus é limpo, confortável, tem wifi e pára numa estação central de Viena.

Áustria – Eslováquia

Viena, na Áustria, fica apenas a 68 km de Bratislava, capital da Eslováquia. Por isso você pode facilmente ir de ônibus, carro, trem ou até balsa!

Roteiro na Áustria, Europa Central, como ir
Viena, Áustria

Eu optei por ir de ônibus com a empresa Slovak Lines em razão do preço. Paguei apenas 5 euros (R$ 20,00) na passagem e a viagem durou apenas 1h30min. O ônibus é confortável, tem água, wifi e até televisão para cada passageiro.

viagem de ônibus, como ir de Viena à Bratislava
Ônibus da Slovak Lines

A viagem de ônibus de Viena para Bratislava é mais barata do que de Viena para outras partes da Áustria. Eu fiz Viena-Salzburgo também com a FlixBus e paguei 27 euros (cerca de R$ 105,00) na passagem só de ida. Para a volta, optei pelo Blablacar e consegui uma carona por 18,50 euros (cerca de R$ 72,50). A viagem levou 2h30min na ida e 3h na volta.

Praticidade

Saber como viajar entre países vizinhos nem sempre é fácil. Para quem tem pouco tempo, talvez a melhor solução seja mesmo viajar de avião. Mas eu acho mais prático e confortável viajar por terra e por isso escolhi esses trajetos. Fiz o mesmo quando visitei a Eslovênia, Croácia, Bósnia e Herzegovina e Sérvia. E também quando fui para Estônia, Letônia e Lituânia.

Enfim, eu perdi bastante tempo pesquisando como viajar para esses países. Por isso, se quiser dicas para fazer os trajetos que mencionei, se inscreva no site e mande uma mensagem!

E você, já percorreu algum desses percursos? Tem alguma outra dica valiosa sobre como viajar por esses países? Deixe um comentário e compartilhe o post para ajudar outras pessoas a planejarem suas viagens!

Viagem de trem, trajeto por terra, da Romênia à Hungria



6 thoughts on “Como viajar por terra pela Europa Oriental – da Macedônia à Eslováquia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *